6.11.15

Livros para não comprar/presentear: Construa seu diário

6.11.15


Uma amiga minha me chamou semana passada para visitar uma aluninha que eu tive em 2014 e, para não ir de mãos vazias, decidi comprar-lhe uma lembrancinha. Passando pela banca da universidade, me deparei com esse livro que ilustra o post. Como minha aluna gostava muito de livros, pensei que seria uma boa comprar-lhe algo assim, ainda mais porque acho super legal essas propostas de livros interativos — ou seja, com atividades a se fazer dia-a-dia.

Acabou que o compromisso não deu certo e eu tive tempo de dar uma olhadinha nele por dentro (ainda bem que fiz isso!). Livros interativos não são novidade nenhuma, afinal, duvido muito que alguém não tenha ou não queira ter na estante livros como "Destrua esse diário", "Termine este livro", "O diário mais legal do mundo", etc — sem querer, mas não tanto assim, acabei citando todos os livros da Keri Smith, né? Acho que porque realmente ela tem uma proposta mais sólida quando se trata desse estilo de livro. Não sei no caso de vocês, mas, no meu, ela consegue mudar o modo de eu ver as coisas depois de fazer aqueles exercícios aparentemente sem noção. Sem contar que é tudo muito bem feito e muito bem pensado.  Gosto.

(Só abro um parêntesis, ou outro xD, para dizer que o mesmo não aconteceu comigo nas experiências com os livros "Uma página de cada vez" e com "O livro do bem". Não me identifiquei com a proposta. Passei tudo pra frente. Os da Keri, ao contrário, comprei TODOS xD, em inglês mesmo xD).

Mas dei essa volta enorme para falar do "Construa seu diário", porque, primeiro, me pareceu  ser um livro sem proposta nenhuma, de exercícios aleatórios. Trata-se de um concorrente para os livros da Keri, mas um concorrente muito "copiado" e mal copiado. Exercícios como "Jogue este diário de uma janela", "Atropele-o", "Arranque esta página e a entregue para alguém" estão todos presentes no "Destrua esse diário". Sem contar que o "Construa..." tem muito mais exercício "destrutivo" que "construtivo", o que desqualifica até o título. Não me convenceu.

Outro ponto, que me deixou HORRORIZADA: o livro está recheado de erros ortográficos e gramaticais. Primeiro achei que um ou outro fosse colocado ali de propósito, mas a quantidade é absurda e, às vezes, o texto chega a atrapalhar o entendimento da atividade. Sério, ainda estou esperando alguém me dizer que é pegadinha e que existe alguma página que me passou despercebida e diz para a gente procurar os erros do livro.

Qual é a birra das editoras com os revisores, hein? Pelo amor do panteão greco-romano, uma revisão matava pelo menos 95% desses erros. Não importa, eu mesma corrigi todos. Mas ficou uma coisa tão feia que me tirou totalmente a graça de dá-lo para minha aluna. 

Mostro alguns:


Esse é o erro mais recorrente do livro, tem vírgula separando sujeito de predicado pra todo lado. Como eu ensino meu aluno que não se faz isso?

Só pode ter ficado indeciso porque eram duas páginas, mas o enunciado ocupava só uma.

No livro tem vírgula pra tudo quanto é lado, só não tem quando precisa. A vírgula rabiscada foi trabalho meu mesmo xD.

Esse, pra mim, nossa!, sem palavras!!! O melhor é ler "modo grosseiro" ali embaixo. Grosseiro é esse "voçê" =(

Todo esse texto está ininteligível, as correções que eu fiz não dão conta de torná-lo melhor. 

Quando a gente presenteia alguém com um livro, o mínimo que espera é que esse livro passe alguma coisa para essa pessoa, que sejam palavras escritas corretamente. Mas esse deu um show de como não fazer as coisas, viu...


Ficha técnica:
AUTOR: Marcelo Augusto
EDITORA Discovery Publicações
I.S.B.N. 9788584170289
NÚMERO DE PÁGINAS 80
IDIOMA Português
ANO DA EDIÇÃO 2014
Avaliação: para, né? Recuso-me a dar qualquer nota. 


Comente com o Facebook:

22 comentários:

  1. Nossa...que lindeza de blog, Lady Salieri!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, minha querida <3
      Obrigada, um beijo <3
      Agorinha vou firmar as parcerias =D

      Vamo que vamo <3

      Excluir
  2. Só uma palavra: VISH. Esses erros são grotescos. Pelo amor!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O do "voçê" eu imaginei que era porque ele pede pra escrever a música como a pessoa canta e panz, então podia até ser zuera. Mas e os outros trocentos erros ¬¬

      Realmente, vc achou uma palavra que cabe bem no negócio hahahah

      Bjoo!

      Excluir
  3. Rindo horrores aqui com essa versão bizarra do Destrua Esse Diário.
    Se tem algo que odeio é livros com erros ortográficos, quando é um aglomerado então, da vontade de pedir o dinheiro de volta.
    Não sou nenhuma professora, mas juro que esses erros passaram a linha do aceitável.
    Amei o post e a franqueza.
    Beijo
    P.S: Que bom que o blog voltou. ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qualquer coisa escrita que não tenha o "erro" como estética, não deve existir na minha opinião XD. É muito tensoo. E, assim, no livro não existem apenas erros ortográficos pra pessoa dizer que "escreve como fala", existem uma série de erros de coesão e coerência que tornam o trabalho porco mesmo. Só acho que não custava mandar revisar, apenas.

      Bjo, minha querida, estamos de volta com tudo agora *-*

      Excluir
  4. Me amarrota, menina, que eu tô passada. Dei de presente o "Destrua" pra uma prima e ela ficou encantada. Não curti essa ideia aí não. Mas, aqui, será que não é proposital pra criança se corrigir? Podia, hein... Não tem nenhum "*" com anotação de rodapé não? Decepção define!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se fosse proposital, imagino que deveria vir uma indicação para a pessoa fazer isso. No livro não diz nada. E andei vendo algumas reviews em alguns desses sites que vendem ele, e ninguém fala nada. Então, pelo menos para mim, parece é falta de revisão mesmo, pressa de colocar o negócio pra vender =(.

      Mas eu ainda torço para estar errada kkk

      BjooO!

      Excluir
  5. Nunca tive vontade de ter esse tipo de livro. Seria um em que eu ficaria entretida não primeiros 5 mins e largaria em algum canto depois. Ótimo post.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkk
      Com certeza. Eu amo a proposta deles, mas não uso, só leio, imagino e já fico satisfeita kkkkkkk.
      Obrigada por ler e ter gostado, sua linda <3

      Bjoo!

      Excluir
  6. Gente, que terror esse livro. Até o word corrigira metade desses erros ai. Estou chocada D: Adorei o post, e foi mesmo uma sorte você não ter conseguido ir ao compromisso, porque olha... Beijooos ♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem observado, até o WORD corrigia vários dos erros descritos...
      Enfim, agora a coisa ficou pior mesmo kkk

      Obrigada pela leitura, minha querida, bjo!

      Excluir
  7. Oie! Confesso que fiquei um pouco confusa ao ler o texto porque realmente, todos esses livros são parecidos. Fui até olhar o nome e o autor do que eu comprei, mas nunca finalizei, o "Destrua esse diário". A ideia é beeeem legal e na época, parecia ser revolucionária, mas não tenho essa criatividade toda e nem tempo para concluir. Quem sabe um dia né? kk
    MAS GENTE! Eu tô chocada com os erros! Será que não tem mais resenhas do mesmo e com gente reclamando? Eu mandaria até uma cartinha pro autor, editora sei lá! Bizarro!!!


    clubedaseis.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu quando comecei a escrever o post ficava colocando como título do livro "construa esse diário" em oposição ao "destrua esse diário", porque além das propostas, o título também é bem parecido kkk, então te entendo kkk. O destrua é uma gracinha, mas como eu disse pra Lihz, eu não tenho ânimo pra ficar fazendo as coisas que pedem, então eu leio, imagino e já fico satisfeitaa kkkkk

      Sobre o livro, eu andei olhando umas reviews, mas não li nada que reclamasse. Fiquei pensando se que não peguei o ÙNICO livro com defeito kkkkk. Bem que podia ser, eu ficaria mais satisfeita xD.

      Bjo, minha querida, obrigada por ler <3

      Excluir
  8. Só lembrei da Phoebe: My eyes, my eyes!
    Sério, meus olhos quase sangraram aqui. Acho que tem que ter muita coragem (ou cara-de-pau) copiar um livro assim e ainda cheio de erros. Desmaiada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, acho que você disse tudo o que eu quis dizer no post, mas não disse por recato mesmo kkkkkkk.

      Bjo, minha querida, obrigada por ler e comentar <3 <3 <3

      Excluir
  9. Meu coração está dilacerado
    Voçê foi grosseria demais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Excelente comentário hahahaha

      Bjo, minha queridaa!

      Excluir
  10. SOCORRO ! Não acredito que publicam um "lixo" desses. Também gosto desses livros interativos, não conhecia esse "Construa seu Diário", e ainda bem que você fez o post, assim muitas pessoas se livram de jogar seu dinheiro fora. É péssimo mesmo, na terceira imagem, também achei erro de acentuação, além dos que você citou. Bjs!

    ResponderExcluir
  11. Ola lindona que pena que foram encontrados tantos erros, isso realmente desanima o leitor, ainda mais erros grotescos como esse, com certeza esse não iria comprar. beijos

    Joyce

    ResponderExcluir
  12. Eita :s Muito chato um livro que tenha tantos erros.
    Obrigada pela dica, passarei longe :p

    www.aconstantinobrandao.com.br

    ResponderExcluir
  13. Fiquei chocada com isso agora... Eu normalmente não gosto muito de livros assim, o único que tenho é Destrua esse - ou este, não lembro - diário e eu só mexi nele uma ou duas vezes... Já vi este livro cheio de erros em algumas livrarias com destaque, mas não sabia que era tão absurdo isso... --'

    ResponderExcluir

Nenhuma imagem presente neste blog me pertence. Todas foram encontradas na internet por meio de pesquisa no google.com e não viso qualquer fim comercial com seus respectivos usos. Se usei uma imagem sua e não lhe dei os devidos créditos, por favor me avise que o farei imediatamente, ou a retirarei do blog se você não quiser que eu a use. Visão Periférica - 2016

Design e Desenvolvimento por Moonly Design / ©