7.1.15

Vilões favoritos

7.1.15


Meu grupo do coração, Blog que interagem, selecionou três temas de blogagem coletiva para esse mês de janeiro (que você pode ver no banner acima). Dentre eles, escolhi falar dos meus vilões favoritos. Tenho de confessar que, no início, o tema me pareceu muito empolgante, porém a tarefa não foi fácil. Não costumo ler, tampouco ver, tantas histórias assim em que a figura bem delineada de um vilão aparece, e, além disso, tem o fato de que temos aqueles vilões com quem simpatizamos ao longo da história, e aqueles que odiamos severamente. Creio que ambos os tipos têm seu mérito e merecem configurar a categoria de "favoritos". Então, vou tentar aqui fazer uma pequena lista, abarcando livros, filmes e séries. Alguns vão acabar ficando de fora, mas considerei os que primeiro vieram à mente:



1. Professor Moriarty (contos “O Problema Final” e a “Casa Vazia” de Arthur Conan-Doyle)




A figura de Sherlock Holmes tem estado em alta nesses últimos tempos, o que certamente começou com a releitura dos filmes do Guy Ritchie. Depois disso apareceu um seriado na BBC, e a série linda-maravilhosa Elemtary (sobre a qual pretendo falar em breve). Mas o professor Moriarty confirma minha lista de vilões preferidos desde a própria leitura de alguns contos do Sir Conan-Doyle. Afinal de contas, ele é o outro lado da moeda do próprio Sherlock, como se a mente de um ser tivesse se dividido em duas e percorrido direções opostas. E alguém que consegue ser páreo para Holmes merece nossa admiração. 




2. Julien Sorel (Romance "O vermelho e o Negro", Stendhal)




Sorel já foi considerado por grandes estudiosos como uma das personagens mais intrigantes da literatura ocidental. Desde sempre se mostra ambicioso e hipócrita. Seu desejo de se sobressair e triunfar socialmente o leva a tornar-se padre sem ter a menor vocação para isso. Julien apenas via na igreja uma das formas mais eficazes de conseguir seus objetivos. Por outro lado, tem uma autoestima destruída, o que podemos ver por seu pavor em ser humilhado e sua ira quando julgava que assim havia acontecido. É bastante persistente, pois, mesmo padre, se vê apaixonado pela Senhora de Renal, de cujos filhos era tutor, e não hesita em conquistá-la. O interessante de Sorel, pra mim, falando de maneira isolada, é ver como sua amargura e rancor se desdobram nos seus pensamentos e como ele reage frente às ações de que se vê vítima.



3. Antonio Salieri (Filme: Amadeus, Milos Forman, 1984)




Quem me conhece já sabe o quanto essa personagem me fascina. E sendo o filme Amadeus contado sob sua perspectiva, no desdobramento de suas reflexões, só digo que cada frase entrou na carne mesmo. Se superficialmente podemos ver no filme que a inveja que ele tinha de Mozart o levou a cometer um crime, se a gente analisa a história com cuidado, sua briga é com Deus, e o músico apenas o gatilho.



4. Alex Delarge (Filme: Laranja Mecânica, Kubrick, 1971)



Não li o livro, então vou ficar com o filme mesmo. DeLarge no filme é um adolescente violento, capaz de cantar feliz enquanto comete as maiores atrocidades com sua gangue. Ele é, com certeza, um daqueles vilões que a gente odeia até certo ponto do filme, contra quem a gente pragueja, até que ele é vítima de um experimento. Daí, depois disso, os sentimentos são outros...



5. Hannibal Lecter (Série Hannibal, Bryan Fuller, 2013)




Não li os livros, vi apenas "O Silêncio dos inocentes", mas acompanho a série. E a releitura desse Hannibal pra mim é fantástica. Enfim, ele é: intrigante. Não tenho outra palavra para descrever. Nem consigo explicar muito as sensações que me causam ao ver a série. É um misto de espanto, fascínio, medo, ódio... Obviamente não é possível (acho eu) ter qualquer identificação de qualquer tipo com essa personagem, mas a sua figura é algo difícil de superar.


6. Regina Mills (Série: Once upon a time, Adam Horowitz y Edward Kitsis, 2011)



Apesar de os criadores da série terem destruído a personagem ao longo dos episódios, Regina é carismática e faz a gente torcer por ela. Simples assim. xD

Ainda faço as menções honrosas ao Loki, Coringa e ao Magneto que são uns PQP de uns vilões =D.


Comente com o Facebook:

16 comentários:

  1. É loucura da minha parte adorar o personagem Alex Delarge? não a violência em si (calma) mas por ser um personagem bem construído no filme (também não li o livro) é um dos meus favoritos! Poxa moça deixou o Coringa só nas menções honrosas :/. Mesmo assim adorei o post!

    Pixel Mix

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláááá, sua lindaa!
      Obrigada pela leituraa!
      Sim, sim, coitado do coringa, acabei deixando ele por último. Acabei não abordando o tema quadrinhos, porque aí tem muita coisa mesmo, ainda mais se eu partisse para os mangás, essa lista ia ficar eterna haha. Mas sei que ele será devidamente lembrado em outros posts, então vou deixar as honras haha!
      Mais uma vez, obrigada pela leituraa =D
      Bjoo!

      Excluir
  2. Não conheço o 2º vilão, mas fiquei muito curiosa :)
    Gostei bastante da sua lista.

    http://minhaqueridasophia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláá =D
      Então, Julien Sorel configura aí o cânone da literatura, e tenho de confessar que a leitura de o Vermelho e o negro não é das mais fáceis, porém, é uma leitura muito intrigante, muito mesmo =D
      Obrigada pela visita e pela leitura, minha querida!
      Bjoo!

      Excluir
  3. oi gata!
    olha que legal, outro grupo de interação, só participo rotaroots! acho super legal, mas as vezes simplesmente não me identifico com os temas ou demora mesmo :P

    sou péssima com esse negócio de listas, parece que tem uma hora que não vai pra frente! :(

    veja bem, vou TENTAR conseguir (adhaishduahfafygwygshasudha) terminar o desafio literário, já estou até fazendo listinha com os livros mais 'Fáceis'

    beijosss

    Amandyces

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olááá, minha querida <3
      Então, o blogs que interagem é minúsculo frente ao rotarrots, mas é uma delícia, eu amo esse espaço e espero que ele dure <3

      Realmente, fazer listas não é das coisas mais fáceis, mas acaba sendo divertido =D
      Tenta, sim =D
      Um beijoo!

      Excluir
  4. Adoro o Alex do filme Laranja Mecânica, mas acho que só passamos a gostar dele quando ele deixa de ser o vilão da história e passa a ser a vítima.
    A Regina é daquelas personagens que embora seja "má" (no início) vai demonstrando afecto com o filho e parece que faz as coisas para o proteger, e depois de descobrir a história do passado dela é impossível não criar empatia (eu adoro o Rumple também é um pouco assim).
    Hannibal é mesmo isso que falaste, intrigante, um vilão muito interessante.
    Gostei de ler, na verdade é bem difícil seleccionar meia dúzia de vilões, assim de repente não conseguiria acrescentar nenhum.
    Beijocas*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olááá, minha querida!
      Obrigada pela leitura e por esse coment lindo *-*
      Então, sobre o DeLarge, eu não sei, aquele filme é muito doido, primeiro eu tenho ódio dele, ódio mesmo, mas depois da experiência, eu fico é com ódio da sociedade e não propriamente com dó do Alex, no sentido de que quando ele passa, digamos, da condição de dominador para dominado, ele é duas vezes mais "espezinhado" por essas pessoas antes dominadas por eles. Isso me deixa com um ódio do ser humano!

      A Regina, com certeza, é um papel que tinha MUITO POTENCIAL, e ela tinha muito o que aprender... Acho que os criadores da série reduziram muito esse potencial dela quando trouxeram a mãe em cena e colocaram toda aquela coisa de vítima e amor e blá blá blá. Daí a Cora acabou sendo uma vilã terrivelmente mais interessante do que ela (e era uma que merecia menção honrosa aí e não coloquei xD). Mas não posso negar que só vejo OUAT por causa da Regina, e esse sofrimento sem fim dela, nossa, me dói e me faz querer saber o que vai acontecer. No quesito de me fazer sofrer pela Regina, nisso ultimamente os criadores andam tirando nota 10 haha.
      Hannibal não tenho muito o que falar, é tanto sentimento misturado. Eu vejo a série super devagar, porque digerir cada episódio é muito tenso...
      Que bom que você gostou da lista, minha querida! Fico contente mesmo!
      Obrigada mais uma vez pela leitura e espero te ver sempre por aqui =D

      Excluir
  5. Nossa que vergonha, nem conheço muitos desses vilões citados. Mas acho engraçado como simpatizamos com alguns deles, se eu fosse citar um, eu citaria o Coringa, pode ser clichê, mas ele é pirado das ideias e me diverte, haha.
    Beijos | Pretty Things

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, minha querida!

      Uai hahaha, que bom que você não conhece, assim meu post fica sendo útil haha! E também significa que eu trouxe algo diferente \o/. Então fico feliz =D

      O Coringa é louquíssimo, com certeza. Acabei não falando dele porque sei que ele ainda será devidamente homenageado <3.

      Bjo, minha querida, super mega obrigada pela leitura =D

      Excluir
  6. Professor Moriarty é simplesmente o melhor. Coringa, Loki, e até mesmo o Alex. São trabalhos interessantes, não a matança e nem nada, mas o modo como é feito.
    HAHA eu não sei me expressar KK

    http://michellenavast.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláá, minha querida =D

      Exatamente! Acho que você pegou bem a minha preferência dos vilões: a constituição de cada um. E acho que você se expressou muito bem, porque eu entendi hahaha. A minha se deu justamente nesse sentido de a personagem ser intrigante e me deixar com a pulga atrás da orelha!
      Muitíssimo obrigada pela leitura, espero que volte!

      Bjo!

      Excluir
  7. Alex Delarge é o vilão top que amo =D
    Hannibal tb =D

    ResponderExcluir
  8. A Regina é maravilhosa. Ela tem mas melhores caras e bocas da série. Nas primeiras temporadas eu não gostava dela, todo o lance dela guardar rancor da Branca de Neve não funcionava pra mim, mas depois da terceira temporada passei a ama-la. Mas ela sofre nas mãos dos roteiristas, enfim ótimo post, até a próxima

    ResponderExcluir
  9. Regina é a maior e melhor vilã de todos os tempos. Amo! <3

    ResponderExcluir
  10. Os vilões realmente são inesquecíveis, ainda mais quando falamos da Regina ou do Hannibal. Concordo com você, em alguns episódios cheguei a torcer pela Regina, fiquei triste quando ela perdeu o amor de sua vida. Beijos, Érika

    www.queroseralice.com.br

    ResponderExcluir

Nenhuma imagem presente neste blog me pertence. Todas foram encontradas na internet por meio de pesquisa no google.com e não viso qualquer fim comercial com seus respectivos usos. Se usei uma imagem sua e não lhe dei os devidos créditos, por favor me avise que o farei imediatamente, ou a retirarei do blog se você não quiser que eu a use. Visão Periférica - 2016

Design e Desenvolvimento por Moonly Design / ©